Pesqueira volta a receber água por meio da Adutora do Agreste

Cidade estava sem receber água pela rede de distribuição desde outubro deste ano.
.

A cidade de Pesqueira, no Agreste de Pernambuco, voltou a receber água da Transposição do Rio São Francisco. A Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa) retomou o abastecimento de água por meio da Adutora do Agreste, ainda em fase de testes, na quarta-feira (12).
.

São atendidos no momento os bairros do Prado, Pitanga, Cohab I e II, e Dr. Lídio Paraíba, e a previsão é abastecer, dentro dos próximos 15 dias, o restante da cidade que estava sem receber água pela rede de distribuição desde outubro deste ano.
.

Para a outra parte da cidade, que corresponde a cerca de 30% de Pesqueira, o fornecimento de água é feito pela Barragem de Ipaneminha, único dos seis mananciais do município que resistiu ao período de seca. As barragens de Pedra D´água, Afetos, Santana, Rosas e Pão de Açúcar estão em colapso.
.

Para chegar à Estação de Tratamento de Água (ETA) Afetos, em Pesqueira, a água da Transposição do São Francisco percorre um longo caminho, com cerca de 130 quilômetros de extensão, pela Adutora do Moxotó integrada à Adutora do Agreste. A cidade ganhou uma contribuição de 85 litros de água, por segundo, volume que possibilitou dobrar a oferta de água para mais de 56 mil pessoas.
.

Em setembro deste ano, a Adutora do Moxotó entrou em operação para dar funcionalidade às tubulações assentadas da Adutora do Agreste e atender nove cidades do Agreste e mais Arcoverde, no Sertão, beneficiando 400 mil pessoas.
Fonte: G1 Caruaru

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *