Vale vai acabar com barragens do tipo de Brumadinho e Mariana

Informação foi dada pelo presidente da companhia, Fabio Schvartsman
O presidente da Vale, Fabio Schvartsman, informou nesta terça-feira (29) que a empresa vai acabar com as dez barragens de rejeitos de mineração do mesmo modelo que desabou em Brumadinho e Mariana (MG). O método de contenção conhecido como “alteamento a montante” é mais econômico.
“É um esforço inédito de uma empresa de mineração no sentido de dar resposta cabal à altura da enorme tragédia que tivemos em Brumadinho”, afirmou Schvartsman.


A desmontagem de barragens deve demorar entre um e três anos, dependendo do caso. De acordo com o jornal ‘O Globo’, a Vale vai paralisar produção de até 40 milhões toneladas de minério de ferro por ano com esta medida. Apesar do número representar 10% da produção total da mineradora, Schvartsman garantiu que não haverá demissões.
“Temos aproximadamente 5 mil trabalhadores. Esses 5 mil serão absorvidos no plantel da Vale, que é de 80 mil trabalhadores”, disse.
Schvartsman afirmou ainda que não sofreu “qualquer tipo de pressão” por parte do governo para intervir na direção da Vale. Segundo ele, a reunião com os ministros Costa e Lima e Salles nesta terça-feira (29) foi “absolutamente técnica”.

Via Didi Galvão 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *